Publicidade

quarta-feira, 23 de junho de 2010 Eleições | 20:46

Osmar acerta com PT e PMDB, mas dá prazo até 14h para PSDB fazer de seu irmão o vice de Serra

Compartilhe: Twitter

Depois de um dia inteiro de negociações, o senador Osmar Dias (PDT-PR), enfim, fechou um acordo com o PT e o PMDB para lançamento de sua candidatura ao governo do Paraná.

Ele fica na cabeça de chapa, aceita Gleisi Hoffman (PT) na vaga que ela queria — candidata ao Senado e não à vice — e o PMDB indica o vice de sua chapa, além de Roberto Requião para o Senado.

Tudo cero? Não!

O anúncio do acerto ficou marcado para as 16h desta quinta-feira. Osmar quer saber, até as 14h, se o seu irmão, senador Álvaro Dias (PSDB), será indicado vice da chapa de José Serra a presidente.

— Se meu irmão for o vice do Serra, não posso armar palanque para a Dilma Rousseff no Paraná. Aí sou obrigado a sair para o Senado e votar no meu irmão — argumentou Osmar com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.