Publicidade

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 Congresso | 05:02

O problema de negociar com o PMDB será o próprio PMDB

Compartilhe: Twitter

O problema de o PMDB ter que dividir o comando da Câmara e do Senado está nas contas eleitorais.

Pela contabilidade de todos os partidos, o PMDB deverá fazer a maior bancada do Senado, mas, na Câmara, ficará mano a mano com o PT, talvez até em segundo lugar. Sendo assim, os peemedebistas teriam direito certo a indicar o presidente do Senado, mas não o da Câmara.

 A encrenca se forma porque o grupo forte no partido hoje é o comandado pelos deputados Michel Temer (SP) e Henrique Eduardo Alves (RN).

Estes, dificilmente aceitariam abrir mão do controle da Câmara em favor do grupo de José Sarney e Renan Calheiros, que comandam o PMDB do Senado.

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.