Publicidade

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 Congresso | 05:03

PMDB terá que dividir comandos da Câmara e do Senado com demais partidos

Compartilhe: Twitter

O presidente Lula tem dito aos aliados que — se Dilma Rousseff vencer as eleições, como indicam as pesquisas — ele irá participar ativamente das articulações políticas durante o período de transição.

Lula pretende convidar formalmente o PMDB a participar da Frente Ampla de partidos de apoio ao novo governo, formando o que se chama um Bloco Parlamentar, na Câmara e no Senado.

A ideia é que a tal Frente (ou Bloco) reveze, dentro dela, os indicados para presidir a Câmara e o Senado entre PMDB, PT e até os demais partidos que a componham, como o PSB, o PCdoB e o PDT.

Ou seja, nada de o PMDB pensar que fará de Henrique Eduardo Alves (RN) presidente da Câmara ao mesmo tempo em que José Sarney preside o Senado, como tem-se dito atualmente.

Se o PMDB decidir lutar pelo comando das duas Casas do Congresso — a Câmara e o Senado — Lula pretende formar o Blocão assim mesmo e ir à luta.

Autor: Tags: , , , , ,