Publicidade

quarta-feira, 15 de setembro de 2010 Eleições | 05:06

Burocracia favorece o crime eleitoral em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Enquanto os políticos ganham os votos em urnas eletrônicas e o resultado da eleição brasileira sai em tempo recorde, o crime eleitoral ainda é apurado como no século 19.

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), em São Paulo, está localizada na Avenida Brigadeiro Luís Antônio nº 2020, e o Ministério Público Estadual fica na Rua Riachuelo, nº 115, também no centro da capital.

Qualquer motoqueiro paulistano percorre este trajeto de cerca de 2 km em cinco minutos.

Mas quando detecta alguma suspeita de irregularidade na campanha de um candidato, a PRE envia a representação ao MP pelo correio.

A correspondência demora, no mínimo, três dias para chegar ao destino e atrasa – ou até impede – a investigação de um ilícito eleitoral. A situação, claro, só beneficia os candidatos espertos.

Mas a PRE diz que este é o procedimento “de praxe”. Revoltado com a situação, o promotor Maurício Antônio Ribeiro Lopes desabafou ao Poder Online:

– Tudo em matéria eleitoral é para ontem. Não sei porque tanta burocracia. Como pode mandar pelo correio uma coisa que qualquer motoqueiro poderia trazer em minutos? E devem ter postado no correio de outro país porque as coisas demoram dias para chegar aqui.

Autor: Tags: , , ,