Publicidade

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011 Diplomacia | 12:59

Sem resgate do Itamaraty, turistas brasileiros sofrem no Chile

Compartilhe: Twitter

Brasileiros presos na cidade de Puerto Natales

O Itamaraty ainda não tem uma “posição concreta” sobre o que o governo brasileiro fará para resgatar os turistas brasileiros que estão presos na cidade de Puerto Natales, na Patagônia chilena.

Segundo a assessoria de imprensa, o Ministério das Relações Exteriores está acompanhando o caso e avaliando o que pode ser feito. As embaixadas dos Estados Unidos e da Itália já têm representantes na cidade para negociar com os grevistas.

O Poder Online conversou agora há pouco com Rita Mor, uma das turistas brasileiras que está na cidade:

– Estamos absolutamente perdidos aqui. Jogados para o nada – desabafou.

Rita contou que a situação está cada dia pior e que várias pessoas estão sendo feitas reféns. Um senhor, segundo ela, passou mal na noite de ontem porque seu remédio para hipertensão acabou:

– Não há o que fazer porque nada entra ou sai da cidade.

Poucos restaurantes estão funcionando em Puerto Natales. Desde o começou da greve, os turistas brasileiros se organizam para mostrar aos grevistas que “só querem voltar para casa”:

– Todos os dias saímos pela cidade com bandeiras brancas nas mãos para mostrar que o nosso protesto é pacífico.

Ontem à noite, os turistas brasileiros participaram de uma reunião com a Cruz Vermelha, que estaria intermediando as negociações com os grevistas, já que não há representante do Brasil na cidade.

A organização estaria trabalhando para levar os turistas até Punta Arenas, a 247 km de Puerto Natales. Mas, segundo o relato de Rita, a reunião foi “absolutamente mal organizada”:

– Distribuíram umas folhas para que a gente escrevesse nosso nome. E só.

Autor: Tags: , , , , ,