Publicidade

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 Governo | 19:23

No twitter, líder do PMDB defende ex-presidente da Funasa e diz que partido não abre mão do cargo

Compartilhe: Twitter

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), soltou agora há pouco uma enxurrada de comentários no twitter descendo a lenha no ex-ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que, segundo ele, não aceitava indicações técnicas para cargos comissionados.

Henrique Alves disse que o PMDB apóia a nomeação do ex-secretário de atenção à Saúde, Alberto Beltrame, e defendeu o ex-presidente da Funasa, Danilo Fortes, das acusações de desvio de R$ 488,5 milhões no período em que comandou o órgão (2007-2010).

— O Ministério da Saúde possui 1262 cargos comissionados. Destes, apenas dois foram indicados pelo PMDB da Câmara (…) Repito! As contas do Dr. Danilo foram aprovadas integralmente, sem ressalvas, tanto pela CGU quanto pelo TCU.

Autor: Tags: , , , ,