Publicidade

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 Congresso | 12:02

Oposição sem acordo para proposta única

Compartilhe: Twitter

O PSDB e o DEM marcharão, de novo, separados na votação do salário mínimo. O líder tucano Álvaro Dias (PR) gostaria de entrar em acordo para que os dois partidos defendessem a proposta de R$ 600, mesmo valor da campanha de 2010 ao Palácio do Planalto.

— Eles fizeram a campanha presidencial conosco. Tinham o vice do José Serra – disse, referindo-se ao companheiro de chapa, Índio da Costa (DEM-RJ).

No entanto, o líder do DEM, José Agripino (RN), disse à coluna que não haverá mudança em relação à proposta feita pela bancada da Câmara de R$ 560.

— Vamos defender uma emenda igual. Isso não impede que não votemos na proposta do PSDB também – explica Agripino.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.