Publicidade

quinta-feira, 10 de março de 2011 Estados | 14:00

Alckmin fortalece secretário de Segurança após divulgação de vídeo

Compartilhe: Twitter

O secretário de Segurança de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto (Foto: Luiz Guarnieri/AE)

No Palácio dos Bandeirantes, é atribuída à incansável luta dos insatisfeitos com o trabalho da corregedoria da polícia de São Paulo a  divulgação do vídeo mostrando um encontro do secretário paulista de Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto, com um jornalista da Folha de S. Paulo, no Shopping Pátio Higienópolis.

O tiro, porém, saiu pela culatra. O governador Geraldo Alckmin está disposto a fortalecer ainda mais o trabalho do secretário.

A amigos, Ferreira Pinto diz que se a corregedoria sair de seu gabinete e voltar ao controle da Polícia Civil, ele pede o boné. Desde a formação do secretariado, Alckmin havia comprado a briga do ex-secretário de José Serra, portanto, dificilmente irá ceder às pressões.

Como se sabe, desde 2009, 298 policiais foram demitidos e outros 324, expulsos ou exonerados.

Alguns assessores próximos ao secretário e deputados do PSDB descartam a hipótese de “fogo amigo”, na qual o principal citado em conversas reservadas é o secretário de Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, que foi titular da Segurança, devido à demissão de Tulio Kahn, ex-coordenador de Análise e Planejamento, acusado de vender o que não devia: informações sigilosas.

As suspeitas recaíram sob Saulo por ser, como dizem os tucanos, um legítimo “Alckmin puro”. Entenda-se: não que existam os impuros. É que há os serristas.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.