Publicidade

quarta-feira, 13 de abril de 2011 Estados | 18:02

Wagner ainda é questionado por ONGs sobre paraíso ambiental

Compartilhe: Twitter

A decisão do governador da Bahia, Jaques Wagner, de excluir definitivamente a Ponta da Tulha, em Ilhéus, como local para instalação do Porto Sul foi bem recebida pela coalização de 11 ONGs envolvidas no embate, como informou hoje o Poder Online. Mas, em nota à coluna, o grupo faz questão de registrar sua cautela.

– Temos muitas dúvidas em relação à nova localidade e estamos abertos para discutir junto com a sociedade e com o governo essa possibilidade. Certamente houve um avanço, pois o olhar se voltou para a questão da preservação dos recifes de corais e da biodiversidade – afirma Renato Cunha, coordenador-executivo do Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá) e coordenador da Rede Sul.

Segundo Cunha, o novo local fica a apenas 5 km de distância da Ponta de Tulha. As ONGs pedem uma distância bem maior.

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.