Publicidade

domingo, 24 de abril de 2011 Eleições | 06:02

Fernando Gabeira: “A oposição está em extinção no Rio”

Compartilhe: Twitter

Fernando Gabeira (Foto: Valéria Gonçalvez/AE)

O ex-deputado federal Fernando Gabeira foi candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo PV em 2008, quando obteve o apoio de 49,17% dos eleitores, e a governador em 2010, com 20,68% dos votos de todo o Estado.

Um bom patrimônio eleitoral. Mas ele agora não sabe se vai concorrer a prefeito em 2012. Por dois motivos: a) “saí muito duro da campanha”;  b) “o PV do Rio está sendo seduzido a apoiar a reeleição do Eduardo Paes”.

Em entrevista ao Poder Online, Gabeira detalhou melhor a situação:

Poder Online — O senhor será candidato a prefeito do Rio em 2012?

Fernando Gabeira — Não digo que não. Mas acho muito difícil. Saí da campanha muito duro, muito sem grana. Estou tendo que trabalhar muito, tocar a minha vida. Também não sei se pega bem no eleitorado essa coisa de sair candidato em todas as eleições. E, além do mais, o PV está flertando com o prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Poder Online — O PV também? O PPS do Rio já está em plena negociação com o PMDB para aderir. Isso não é fruto do racha nacional do PV? O racha não espantou possíveis aliados em 2012?

Fernando Gabeira — Acho que não é isso. O problema aqui no Rio é o Eduardo Paes. Ele está querendo sair candidato à reeleição sem oposição. Está tentando cooptar todo mundo. Não é só o PV ou o PPS, também está atrás do Índio da Costa, do PSD. O Paes quer tudo.

Poder Online — Quem no PV do Rio está indo apoiar o prefeito?

Fernando Gabeira — Não sei se dá para dizer que tem alguém que já está indo. Mas o Alfredo Sirkis (deputado federal e presidente regional do partido) está discutindo o assunto com o Eduardo Paes. Aliás, o prefeito também me procurou. Ofereceu um cargo na organização das  Olimpíadas do Rio. Um trabalho mais internacional… Mas eu não aceitei. Não tenho nada contra o Eduardo pessoalmente, mas sou oposição. A oposição aqui no Rio está em extinção e alguém tem que segurar a onda.

Poder Online — Voltamos à questão do racha nacional. Isso não atrapalhou?

Fernando Gabeira — Acho que não teve nada a ver. Foi uma questão local. E, quanto ao racha, já está mais ou menos resolvido.

Poder Online — Como assim?

Fernando Gabeira — Está-se acomodando. Eu sempre achei que essa coisa de racha era desnecessária, e agora estamos começando a nos acertar. É consenso dentro do PV que o partido tem que se democratizar e que tem que haver rodízio no comando, arejar. O problema era apenas uma questão de prazos. A discórdia era sobre quando devemos fazer nova convenção. E já está ficando mais ou menos claro para todas as correntes que isto deve ocorrer até o final de 2011. Então não chega a ser um racha.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,