Publicidade

sábado, 14 de maio de 2011 Governo | 06:02

Senador tucano apoia Cid Gomes, acusa diretor do DNIT de corrupto e anuncia pedido de CPI

Compartilhe: Twitter

O senador Mario Couto (PSDB-PA) subiu à tribuna esta semana para cumprimentar o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), pelas acusações de corrupção contra o Ministério dos Transportes.

Couto anunciou que entrará com novo pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito contra o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

E acusou, com todas as letras, o diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot, de corrupto:

Veja seu discurso até o final. São só quatro minutinhos:

Em tempo:

Procurado pelo Poder Online, Pagot disse que se prepara para ingressar com a terceira ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador.

As duas anteriores foram movidas pelos mesmos xingamentos, mas até agora permanecem sem distribuição no STF.

Pagot diz não ter pressa para o resultado e afirma que esperou 13 anos para o mandato de um desafeto paranaense terminar e, então, ver uma ação movida por ele levar o ex-parlamentar a prestar um ano de serviços assistenciais em um asilo.

— A imunidade política não permite que o cidadão tenha direito de xingar as pessoas assim — reclamou.

Para o diretor do Dnit, o motivo da animosidade de Couto contra ele trata-se de um pedido de ataque que teria partido do ex-senador Antero Paes de Barros, também do PSDB. A intenção seria atingir o senador Blairo Maggi (PR-MT), padrinho pollítico de Pagot.

O conflito entre Barros e Maggi vem do tempo da CPI das contas CC-5, de 2003, dem que, como relator, Antero acusou Maggi de evasão de divisas.

Autor: Tags: , , , , ,