Publicidade

quarta-feira, 15 de junho de 2011 Governo | 14:22

Marcelo Déda: “Estamos agindo como bombeiros, apagando fogo sem invadir quartel”

Compartilhe: Twitter

A pedido da presidente Dilma Rousseff, os governadores de Sergipe, Marcelo Déda (PT), e de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmaram que vão entrar em contato com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PT), para tentar acordo sobre a distribuição dos royalties do pré-sal.

Em conversa descontraída agora há pouco com Eduardo Campos no Senado, Déda afirmou que o veto do ex-presidente Lula ao rateio dos royalties entre todos os estados e municípios seria derrubado se  fosse votado hoje no Congresso:

— Estamos agindo aqui como bombeiros, apagando fogo sem invadir quartel. Se deixasse, com o clima aqui dentro, esse veto do Lula seria derrubado amanhã.

Sobre a tentativa de acordo com Cabral, Déda brincou:

— Vamos falar com o Cabral. Se em quatro dias não voltarmos do Rio, vocês chamem a Força Nacional, que nós estamos lá como reféns.

Assista você mesmo a cena:

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.