Publicidade

quinta-feira, 16 de junho de 2011 Congresso | 10:01

Governista aponta votação de emenda 29 como resultado da brigalhada petista

Compartilhe: Twitter

O deputado governista Silvio Costa (PTB-PE) chama a atenção para a manchete de ontem do jornal da Câmara (acima): “Líderes fecham acordo para votar em julho projeto que regulamenta emenda 29, sem novo imposto”.

— Isso só entra em pauta quando o presidente da Câmara quer. É evidente que tem a ver com a brigalhada interna do PT.

O presidente da Câmara, o petista Marco Maia  (no círculo vermelho da foto abaixo, comandando reunião dos líderes em que foi decidida a inclusão na pauta da Emenda 29), foi eleito para o cargo contra o candidato do Palácio do Planalto, o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

A chamada Emenda 29 é uma emenda constitucional que cria limites mínimos para União, Estados e Municípios aplicarem na Saúde.

Tem um artigo que propõe a recriação do imposto sobre o cheque sob o nome de CSS (Contribuição Social para a Saúde). Sem esse imposto, o governo considera a Emenda 29 um desastre.

Segundo Silvio Costa, Marco Maia colocou o projeto em pauta apenas para provocar o Palácio do Planalto.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.