Publicidade

terça-feira, 11 de outubro de 2011 Justiça | 18:15

Justiça do Amapá faz acordo com prefeito aliado de Sarney

Compartilhe: Twitter

Góes e Sarney em encontro no Senado (Foto: Dilvulgação/PMM)

O prefeito de Macapá, Roberto Góes (PDT) fez um acordo no Tribunal de Justiça pelo qual tem suspenso o processo de agressão a um motorista em troca de mobilidade reduzida.

Ele não pode freqüentar bares, boates e similares, nem se ausentar da cidade por mais de 30 dias.

Ainda bem que a punição exemplar imposta pela Justiça do estado ainda permite ao prefeito continuar sendo assíduo frequentador do Senado Federal, onde sempre vai tratar de questões de interesse da capital do Amapá com seu aliado José Sarney.

Góes, como se sabe, foi preso em dezembro na Operação Mãos Limpas da Polícia Federal e ficou dois meses na cadeia acusado de corrupção.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.