Publicidade

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 Governo | 18:27

Eduardo Campos: nada como um ano atrás do outro

Compartilhe: Twitter

O governador Eduardo Campos (Foto: João Carlos Mazella/AE)

De quem está sempre atento à movimentação política, uma observação sobre as duas últimas notícias envolvendo o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que no segundo semestre de 2011, foi o grande vencedor de duros embates:

– Depois da bonança vem a tempestade.

Campos encerrou 2011 cogitado até a desbancar Michel Temer na chapa de Dilma Rousseff em 2014.

No ano passado, como se sabe, Campos emplacou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e a mãe, Ana Arraes, como ministra do Tribunal de Contas da União.

O primeiro está 90% enrolado com as verbas contra enchentes destinadas a Pernambuco e a segunda conseguiu relatar a análise da transposição do São Francisco, projeto sempre caro ao filho.

De quebra, Campos ainda foi o grande parceiro de Gilberto Kassab para a formação do PSD e agora seu aliado amarga índices baixos de popularidade no ano eleitoral.

Do mesmo observador:

– O PMDB deve está rindo de orelha a orelha.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,