Publicidade

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 Internacional | 13:06

Opositora cubana diz se sentir como Dilma durante a ditadura

Compartilhe: Twitter

Dilma sendo interrogada (Foto: Divulgação)

Ainda sem autorização para visitar o Brasil, a jornalista cubana Yoani Sánchez afirmou que sente como a presidenta Dilma Rousseff, aos 22 anos, sendo interrogada na sede da Auditoria Militar, no Rio de Janeiro, na década de 1970.

– Vi a foto da Dilma jovem sentada no banco dos réus e julgada por homens com a cara escondida. Me sinto assim – postou ela em seu perfil no twitter.

A imagem foi publicada no livro A Vida Quer Coragem, do jornalista Ricardo Amaral.

Yoani enviou uma carta à presidenta Dilma na semana passada pedindo ajuda para deixar Cuba e visitar o Brasil em fevereiro, quando será lançado o documentário Conexão Cuba>Honduras, de Dado Galvão. A blogueira é uma das entrevistadas do filme.

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.