Publicidade

terça-feira, 31 de janeiro de 2012 Brasil | 13:27

Rita Lee pode ter sido vítima de guerra entre governo e PM de Sergipe

Compartilhe: Twitter

Por trás da encrenca entre Rita Lee e a Polícia Militar de Sergipe durante o show da cantora em Aracaju, na virada do sábado para o domingo, há uma outra questão que precisa ser esclarecida.

A PM de Sergipe está em guerra com o comando da corporação, por conta da convocação de policiais para trabalharem em eventos programados para os dias em que eles deveriam estar de folga.

Foi o caso do Pré-Caju, o Pré–Carnaval de Aracaju, ocorrido no final de semana anterior ao show de Rita Lee.

410 Policiais Militares apresentaram atestados médicos para não trabalhar no Pré-Caju.

Como normalmente são cerca de 14 atestados em toda a corporação nos finais de semana, o comando da PM não homologou 60 destes atestados e mandou investigar os demais.

A história virou um cabo-de-guerra entre o governo do Estado e os policiais.

Em meio a esse clima é que se realizou o show de Rita Lee. Também num final de semana. Ou seja, com alto risco de incêndio.

Veja abaixo, ainda, um vídeo postado nos endereços de Rita Lee e de seu marido, Roberto Carvalho, no twitter.

Mostra que realmente o clima entre a polícia e o público não estava bom.

O som do vídeo está muito ruim. Mas dá para notar o clima (melhor escutar com volume baixo ou sem som):

Autor: Tags: , , , , ,