Publicidade

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 Congresso | 12:01

A volta do fantasma do piso dos policiais

Compartilhe: Twitter

Volta a assombrar o plenário da Câmara a votação da PEC 300, aquela que institui um piso nacional de R$ 3, 5 mil para os salários do policiais.

Os governadores são contrários, mas eles nem sempre têm maioria no Congresso.

Um grupo de parlamentares com representantes em todos os partidos — do PT ao PSDB, passando pelo DEM, pelo PMDB e pelo PDT — está articulando um movimento para exigir a entrada em pauta do projeto, que já foi aprovado em primeiro turno.

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), prometeu a um grupo de oito governadores — na presença da presidenta Dilma Rousseff durante a posse de Maria das Graças Fortes na Petrobras  — que faria de tudo para retardar a votação.

Mas, sob pressão de suas bancadas, os líderes partidários cobram de Maia que os governadores mostrem a cara, promovam um evento público onde se manifestem claramente contra a votação do projeto. Caso contrário, eles deixam o projeto ir a voto.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.