Publicidade

quinta-feira, 12 de abril de 2012 Eleições | 06:01

Indícios e temores do uso eleitoral de uma CPI sobre o Caso Cachoeira

Compartilhe: Twitter

O deputado e ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) fechou aliança com o ex-prefeito Cesar Maia (DEM) e montaram uma chapa com seus filhos para as eleições deste ano: Rodrigo Maia para prefeito e Clarissa Garotinho para vice.

Convencido de que as denúncias contra o bicheiro Carlinhos Cachoeira respingarão em outros Estados, e não só em Goiás, Garotinho já começou a se movimentar para usar a CPI contra seus adversários no PMDB fluminense: o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes.

Ontem à noite, no Cafezinho da Câmara, ele relatou aos deputados baianos Félix Mendonça Júnior (PDT) e Lúcio Vieira Lima (PMDB) que pediu a seu partido para ser o representante entre os deputados da legenda na CPI.

— Estava tudo certo. Mas, hoje, essa mesma pessoa do partido que havia me garantido a vaga disse que não vai dar mais. Segundo essa pessoa, que não quero revelar o nome, o Palácio do Planalto não aceitou minha indicação —  contou Garotinho.

Mas ele acabou se conformando:

Não tem problema. Porque aposto que essa CPI não vai sair. Aquela mesma pessoa, mais tarde, me disse que já está havendo um movimento para derrubá-la.

Autor: Tags: , , , , ,