Publicidade

segunda-feira, 16 de abril de 2012 Congresso | 06:01

PSDB e PT estão dispostos a entregar as cabeças de Agnelo Queiroz e Marconi Perillo

Compartilhe: Twitter

Agnelo Queiroz (Foto: Agência Estado)

Marconi Perillo (Foto: Agência Senado)

Deputados e senadores do  PSDB e o do DEM afirmam publicamente — e parecem acreditar nisso — que a CPI do Cachoeira levantará escândalos em obras e em jogatinas no país inteiro. E que isso acabará ferindo de morte parte significativa da cúpula do PT.

A cúpula do PT, por sua vez, decidiu apostar na CPI sem nem mesmo consultar o Palácio do Planalto. Isso porque acredita que as investigações comprometerão figuras carimbadas da oposição. E, sobretudo, vão revelar as fontes das principais denúncias contra o partido que apareceram na imprensa até hoje.

Mas nos dois lados tem gente preocupada e sofrendo os primeiros baques com o notíciário.

Na oposição, além do DEM de Demóstenes Torres, o PSDB já está vendo entrar no fogo cruzado o governador de Goiás, Marconi Perillo.

Na área do PT, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, se transformou no alvo do momento.

Publicamente, o PT saiu em defesa de Agnelo; e o PSDB, em defesa de Perillo.

No bastidores, no entanto, cabeças coroadas dois partidos afirmam que estão dispostos a entregar esses governadores, se tiverem como recompensa o estrago que imaginam que farão no adversário.

Autor: Tags: , , , , , ,