Publicidade

sexta-feira, 4 de maio de 2012 Eleições | 11:00

Aproximação com a classe média demandará maior detalhamento de propostas, acredita coordenador petista

Compartilhe: Twitter

O coordenador de comunicação da campanha petista em São Paulo , vereador Chico Macena, avalia que a abertura do diálogo com a classe média demandará mais detalhamento das propostas.

— O diálogo agora passa a ser mais elaborado. Não é um discurso simples, é preciso apresentar as ideias de forma mais completa – resumiu Macena.

Perguntado, o coordenador de comunicação disse não achar que Fernando Haddad terá problemas para transitar entre um eleitorado teoricamente menos receptivo a candidaturas petistas.

Segundo pesquisa Datafolha, a rejeição a Haddad entre os paulistanos é de 15%, indice que chega a 22% quando considerados somente eleitores que têm renda de mais de 10 salários mínimos por mês.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.