Publicidade

quarta-feira, 30 de maio de 2012 Congresso | 09:16

Aneurisma deve impedir testemunha de depor na CPI

Compartilhe: Twitter

O Presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, não deve comparecer na reunião de amanhã da CPI do Cachoeira.

Ele entregou um atestado de saúde ao presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), no qual relata sofrer de aneurisma cerebral, diagnosticado há cerca de um ano.

Rincón foi um dos principais arrecadadores da campanha que elegeu Marconi Perillo (PSDB) para o governo de Goiás em 2010.

Ele teria participado de conversas envolvendo imóvel de Perillo, que a Polícia Federal suspeita ter sido usado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira para repassar dinheiro ao tucano.

A ausência de Rincón preocupa parlamentares da CPI, porque ele era o único dos cinco depoentes que compareceria amanhã como testemunha, não como acusado. O que aumentaria a chance de que detalhasse o esquema de Cachoeira.

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.