Publicidade

sexta-feira, 1 de junho de 2012 Congresso | 11:35

PMDB se diz injustiçado na CPI do Cachoeira

Compartilhe: Twitter

O vice-governador de Brasília, Tadeu Filipelli (PMDB),considera uma injustiça com seu partido as especulações em torno de uma aliança com os tucanos para aprovar a convocação do governador de Brasília, Agnelo Queiroz (PT) a depor na CPI do Cachoeira, deixando de fora o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB).

Filipelli argumenta que seu partido não traiu o PT. Votou exatamente como o PT e o PCdoB nas convocações dos três governadores submetidas à CPI.

De fato, se no final, só  Marconi Perillo (PSDB-GO) e Agnelo foram convocados, foi por causa do voto dos representantes de outros partidos, como PSB, PDT, PTB, PSD e PP.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.