Publicidade

sexta-feira, 15 de junho de 2012 Eleições | 07:48

Eduardo Braga discute com Dilma saída da liderança para concorrer a prefeito de Manaus

Compartilhe: Twitter

Líder do Governo no Senado, Eduardo Braga (Foto de Moreira Mariz - Agência Senado)

A recente decisão do PSDB de lançar o ex-senador Arthur Virgílio Netto como candidato a prefeito de Manaus pode provocar mudanças na base do governo no Congresso.

É que o ex-governador do Amazonas Eduardo Braga (PMDB-AM) — que assumiu agora em março como líder do governo no Senado — está cotadíssimo para enfrentar Virgílio.

Procurado pelo Poder Online ele afirmou:

— Só vou tomar uma decisão no dia 30 de junho. Os tucanos e o atual prefeito, Amazonino Mendes (PDT), estão doidos para que eu divulgue antes se concorro ou não, mas só vou fazê-lo no dia 30.

Poder Online — Se o senhor for candidato, deixará o posto de líder do governo?

Eduardo Braga — Essa é uma decisão da presidenta Dilma Rousseff. O cargo é dela, ela é quem decide se posso concorrer sendo líder ou se permaneceria no cargo.

Poder Online — E quando vocês conversam?

Eduardo Braga — Não sei ainda. Só sei que também não pretendo decidir sobre a candidatura sem consultar a presidenta. Hoje, sou um soldado do governo e não posso tomar esse tipo de decisão sem consultar a minha comandante.

Poder Online — Então é com a presidenta Dilma que o senhor vai decidir tanto a candidatura como se permanece como líder?

Eduardo Braga — Exatamente. Até o dia 30. Não antes.

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.