Publicidade

segunda-feira, 16 de julho de 2012 Congresso | 08:09

Semana decisiva para a coordenação política do governo na Câmara

Compartilhe: Twitter

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), convocou para hoje à tarde sessão deliberativa da Cãmara a fim de tentar votar as medidas provisórias 563 e 564, que integram o Plano Brasil Maior, com medidas de enfrentamento à crise econômica internacional.

Maia já marcou também sessão deliberativa para amanhã, caso ocorra o mais provável, que é não haver quórum suficiente para  votar as MPs hoje.

As duas MPs correm sério risco de caducar, também se o governo nãoo conseguir votar esta semana a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que sofre obstrução dos parlamentares da base governista e da oposição em protesto contra a lentidão do Palácio na liberação de emendas do Orçamento para obras nos municípios.

A votação (ou não) dessas materias esta semana é considerada decisiva no relacionamento da presidenta Dilma Rousseff com Marco Maia — que andou estremecido por conta da colocação na pauta de votações da Câmara de temas que desagradavam ao Palácio do Planalto.

Também será um teste decisivo para a ministra de Assuntos Institucionas, Ideli Salvatti. Encarregada da coordenação política do Palácio, Ideli não tem conseguido se articular com os líderes da Câmara, o que ameaça sua permanência no cargo na reforma ministerial prevista para depois das eleições municipais.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.