Publicidade

quarta-feira, 8 de agosto de 2012 Eleições | 14:01

Declaração de líder tucano desperta ira do presidente do PRB, partido de Russomanno

Compartilhe: Twitter

A comparação que o líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo, Floriano Pesaro, fez entre Celso Russomanno e o ex-presidente Fernando Collor de Mello gerou indignação no PRB e pode ter aberto caminho para o fim das cordialidades entre José Serra e Marcos Pereira.

O presidente nacional do PRB divulgou nota em que diz que seu candidato “não é um ‘novo Collor’ porque tem uma estrutura forte, sólida e unida por trás dele”.

A nota destaca ainda o crescimento de Russomanno enquanto vê “seu principal adversário, José Serra, estourar em rejeição e cair nas intenções de voto”.

Pereira finaliza o documento fazendo uma referência à divisão interna do PSDB quando da escolha do nome de Serra para concorrer ao cargo de prefeito.

“O PRB não é como alguns partidos que seguem rachados nas suas próprias bases e não encontram unidade nem para decidir seus concorrentes. Pode até ser que isso tudo seja um fenômeno eleitoral, mas o PRB não é um fenômeno político”.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.