Publicidade

segunda-feira, 29 de outubro de 2012 Eleições | 17:30

Coincidência de julgamento e eleição expôs STF

Compartilhe: Twitter

Chateado com as vaias que recebeu depois de votar em São Paulo, o revisor do mensalão, ministro Ricardo Lewandoswski, atribuiu a reação de manifestantes a algo previsível desde que o Supremo Tribunal Federal optou por marcar o julgamento no meio de uma eleição.

 A amigos o ministro se queixou que a coincidência deixou a Corte exposta.

Ao deixar a seção eleitoral, em Campo Belo, Zona Sul da capital paulista, o ministro foi constrangido por manifestantes, que o chamaram de “bandido, corrupto, ladrão e traidor”.

No momento, ele dava em entrevista a jornalistas e ressaltava o aspecto democrático do confronto entre o revisor e o relator, o que servia para  estabelecer o contraponto no julgamento.

Autor: Tags: , , ,