Publicidade

sábado, 8 de dezembro de 2012 Governo | 14:00

Divergências na ‘família’ Adams

Compartilhe: Twitter

Se depender dos advogados que comanda, o ministro Luis Inácio Adms, da Advocacia Geral da União (AGU), vai continuar sangrando no cargo.

Antes de suas relações de confiança com o adjunto José Weber Holanda Alves terem vindo à tona na Operação Porto Seguro, um grupo de oposição a ele na AGU fez uma pesquisa interna sobre o desempenho do ministro.

A conclusão: 98,3% dos 320 advogados consultados rejeitaram a gestão do ministro. A pergunta era simples e direta: “você aprova a gestão de Luis Adams na AGU?”.

Se depender dos advogados que não integram a cúpula da AGU, Adams será empurrado ladeira abaixo. As disputas internas ganharam fôlego com inferno astral do ministro.

Autor: Tags: , , ,