Publicidade

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012 Congresso | 19:57

Receita caseira

Compartilhe: Twitter

O deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) recorreu a um ditado caseiro para explicar o quanto o Congresso vai ganhar com o “puxão de orelhas” do ministro Luiz Fux ao determinar o exame de todos os 3.060 vetos que trancam a pauta do Congresso antes de tratar de royalties.

“Como diria minha mãe, não há mal que não traga um bem e nem mal que tanto dure”, lembrou Castro. Cedo ou tarde a demanda reprimida será resolvida e o Congresso, enfim, passa a legislar.

“O Fux está botando ordem. O ganho é do processo legislativo”, disse.

Com o encerramento do período legislativo, o veto da presidente Dilma ao projeto dos royalties só será apreciado em março, depois que a pauta for esvaziada.

Autor: Tags: ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.