Publicidade

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 Governo | 14:54

Dilma ficou irritada com declarações de Chalita sobre ministério

Compartilhe: Twitter

A presidente Dilma Rousseff ficou irritada com declarações do deputado Gabriel Chalita sobre uma possível indicação sua para a Esplanada dos Ministérios. A interlocutores, a presidente afirmou que achou “inconveniente” a fala feita pelo peemedebista durante o lançamento do livro Anônima Intimidade, do vice Michel Temer, na semana passada.

Abordado por jornalistas no evento, Chalita disse que preferiria ficar no ministério a disputar o governo de São Paulo pelo PT. A fala foi feita em resposta à notícia de que o PT estuda endossar um nome do PMDB na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes, em uma operação para passar a posição de vice na chapa de Dilma para o PSB.

Desde que endossou a candidatura de Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição em São Paulo, Chalita passou a figurar na lista de possíveis indicações de Dilma para ocupar uma vaga no ministério. O nome do peemedebista foi ventilado para a Ciência e Tecnologia, mas, segundo divulgou hoje o jornal Folha de S. Paulo, a resistência ao seu nome tem levado a presidente a rever a proposta.

Dilma, segundo um interlocutor, deixou claro ao vice-presidente Michel Temer, em conversa nesta semana, que não considera ideal a indicação de Chalita para a Ciência e Tecnologia. Pesa contra o deputado sua relação próxima com a igreja, por exemplo.

Embora esteja enfraquecida, a indicação de Chalita para a Esplanada ainda não está descartada, segundo um petista com trânsito no Planalto. A avaliação é a de que Dilma pode acabar cedendo se houver uma pressão forte demais por parte do PMDB. Outra possibilidade é alocar o deputado em outro ministério.

Autor: Tags: , ,