Publicidade

quinta-feira, 7 de março de 2013 Congresso | 00:25

Veja como foi o início caótico da sessão que definiu o futuro do veto dos royalties

Compartilhe: Twitter

Desde o início da sessão do Congresso Nacional que decidiu o futuro do veto que impede a distribuição, entre todos os estados, dos royalties do petróleo dos contratos vigentes o clima foi tenso.

O presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) teve dificuldade de iniciar a sessão, enquanto as bancadas dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo tentavam derrubá-la para evitar a derrota tida como certa na votação.

A votação foi concluída por volta da meia-noite, mas a apuração só será concluída e o resultado anunciado nesta quinta-feira.

Entre outros insultos, Renan foi chamado de “arbitrário” e Romero Jucá (PMDB-RR) teve dificuldades para fazer a leitura dos vetos, procedimento necessário para que os mesmos fossem apreciados no plenário.

Assista:

Autor: Tags: , , ,