Publicidade

quinta-feira, 14 de março de 2013 Economia | 08:07

Entrada de Campos na campanha dos royalties anima Estados produtores

Compartilhe: Twitter

A decisão do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, de entrar na campanha em favor do respeito às regras de contratos vigentes sobre a distribuição de royalties do petróleo animou líderes de Estados produtores como Rio e São Paulo. O endosso do pernambucano à ideia de a União antecipar receitas futuras para Estados não-produtores acendeu as esperanças daqueles que já enxergavam o Supremo Tribunal Federal como último recurso.

A fala de Campos alimentou a tese de que ter um possível candidato à Presidência defendendo a medida – ainda mais se tratando do governador de um Estado não-produtor de petróleo – pode fazer toda a diferença nas negociações.

Após a reunião com governadores no Congresso, na manhã de ontem, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) era um dos que não disfarçavam o entusiasmo. Sorridente, o parlamentar agora diz enxergar alguma chance de convencer o Planalto a analisar a sugestão.

“Se a proposta só vem dos Estados produtores fica difícil demais o Planalto abraçar a causa”, afirmou. Desde a derrubada do veto da presidente sobre o projeto, Molon vinha tentando sem sucesso convencer o Planalto a analisar a proposta.

Autor: Tags: ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.