Publicidade

sexta-feira, 29 de março de 2013 Partidos | 10:00

Fundadora do PDT é exonerada pelo novo ministro do Trabalho

Compartilhe: Twitter

Fundadora e militante histórica do PDT, a brizolista Tânia Fayal soube pelo “Diário Oficial da União” de sua demissão como assessora especial do gabinete do Ministério do Trabalho e Emprego na última terça-feira.

Foi até agora a única exonerada pelo novo ministro, Manoel Dias (PDT-SC), que sucedeu Brizola Neto (PDT-RJ), a quem a ex-guerrilheira Fayal é ligada.

A exoneração é uma demonstração de força do ex-ministro Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, que venceu a queda de braços os herdeiros do espólio de Leonel Brizola, onde se encontram, entre outros, o ex-marido da presidente Dilma Rousseff, o advogado gaúcho Carlos Araújo (PDT).

Dilma, que pertenceu a esse grupo antes de migrar para o PT, entregou a cabeça de Brizola Neto para manter a coalização e, assim, evitar que o PDT abrisse a debandada na base aliada.

O grupo que ampara Manoel Dias já vinha flertando com o governador pernambucano Eduardo Campos (PSB).

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.