Publicidade

terça-feira, 9 de abril de 2013 Congresso | 19:05

Financiamento público foi ponto de discórdia, diz relator da Reforma Política

Compartilhe: Twitter

O relator da Reforma Política na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT-RS), disse que o ponto de discórdia que impediu a votação do texto no plenário nesta terça-feira foi a questão do financiamento público de campanha.

Fontana chegou a dizer que votaria o texto no plenário nessa semana mesmo se não houvesse acordo.

O problema é que a falta de entendimento na reunião de líderes desta tarde não permitiu que o requerimento de urgência que possibilitaria a apreciação no Plenário fosse aprovado.

Ele disse que setores interessados na manutenção do financiamento privado das campanhas não querem deixar que a reforma seja votada.

Assista:

[kml_flashembed movie="http://www.youtube.com/v/1txhqeh3FQA" width="640" height="480" allowfullscreen="true" fvars="fs=1" /]

Autor: Tags: , ,