Publicidade

domingo, 28 de abril de 2013 Partidos | 12:34

‘Alckmin atuou para buscar solução harmoniosa’, diz Duarte Nogueira sobre eleição do PSDB

Compartilhe: Twitter

Deputado Duarte Nogueira na Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Com a ordem de que a confusão na eleição para o diretório municipal do PSDB não se repita, o deputado federal Duarte Nogueira, agora único candidato à presidência do diretório estadual do partido, tem visitado os principais líderes para estabelecer a harmonia entre as alas ligadas ao governador Geraldo Alckmin e ao ex-governador José Serra.

Leia também: Fora da disputa por PSDB paulista, Tobias poderia indicar vice e secretário-geral

Embora seja ligado a Alckmin, Nogueira ganhou o endosso dos serristas por ter afinidade com o ex-governador e bom trânsito na bancada federal. Ao Poder Online, sobre a retirada da candidatura à reeleição do deputado estadual Pedro Tobias, Nogueira afirmou que o governador atuou para buscar uma solução harmoniosa sem manifestar preferência a um dos dois candidatos e que irá defender as propostas de mudança no estatuto do partido sugeridas por Tobias.

Vocêconversou com o deputado Pedro Tobias depois que ele retirou sua candidatura?
Duas vezes. Conversei com ele por telefone na terça feira (23) e na quinta-feira (25). Não deu para falar pessoalmente porque eu cheguei em são Paulo de Brasília e ele estava em deslocamento para Bauru. Mas ainda pretendo falar com ele pessoalmente. Mas achei o Pedro muito cordial, a gente tem uma relação pessoal de amizade, ele fala isso, eu falo também, as pessoas sabem disso de longa data. Não só pedi para ele me ajudar, como ele disse que vai me ajudar bastante.

Vocêsconversaram sobre a retirada da candidatura dele?
Ele disse que o compromisso dele como presidente do partido era lutar pelo voto direto na escolha da executiva do partido. Como ele não conseguiu fazer formalmente isso, até pela resposta que a direção nacional deu, nossa tarefa, uma vez encerrada a convenção, é empunhar essas propostas feitas pelo partido, encaminhá-las e defendê-las junto à direção nacional do partido que vai ser eleita agora dia 18 de maio, depois da nossa eleição estadual no dia 5 de maio. Vou ter o compromisso de encaminhar e defender esses vários pontos produzidos por uma comissão de revisão do estatuto, instalada pelo Pedro Tobias.

Como o governador se manifestou sobre a disputa estadual?

O governador em nenhum momento fez qualquer escolha pessoal de nomes. Ele, como importante militante do partido, atuou no sentido de buscar uma solução mais harmoniosa possível tendo em vista os problemas que ele próprio comentou ter tido na eleição do municipal, onde houve um entendimento diferente do que aquilo que havia sido acordado anteriormente. E, obviamente pelos reflexos que isso já teve, ele opinou, não escolhendo nomes, mas pedindo para que as coisas pudessem ser orientadas de maneira harmoniosa e é o que espero que esteja acontecendo.

Quais são seus planos para seu mandato?
Intensificar o trabalho que já vinha sido feito pela atual gestão de fortalecer a militância do partido, modernizar os instrumentos de comunicação, ampliar o nosso contato com a sociedade civil organizada, fortalecer os laços de diálogo com outros partidos no sentido de compor eventual aliança futura para ano que vem e estabelecer um roteiro de reuniões regionais para dar chance de cada coordenação do nosso partido se manifestar nesse momento de renovação da diretoria e da executiva e exercer essa tarefa de fato de militância partidária e de porta voz do partido.

Em 2014 você pretende se candidatar como deputado federal ou estadual?
Antes dessa indicação da bancada federal, para que eu postulasse a presidência do partido em nome dela, em razão dessa tradicional alternância entre deputado estadual e federal na presidência do partido, eu já havia me manifestado de postular à
reeleição de federal e é nisso que vou caminhar.

Há uma meta de número de deputados que o PSDB quer eleger ano que vem?
Após as convenções, vamos fazer um planejamento estratégico sobre isso. Nós temos uma bancada numerosa, dos 51 deputados federais, 13 são do PSDB-SP. É uma bancada diferenciada, de ex-prefeitos, ex-secretários, deputados experiente, líderes que
ajudam a qualificar a bancada da legenda e todo trabalho que estamos fazendo de fortalecer nosso Estado nas teses mais federativas, como nas questões tributárias.

Autor: Tags: , , ,