Publicidade

quarta-feira, 26 de junho de 2013 Brasil | 07:00

Campos evita exposição excessiva, enquanto afina discurso

Compartilhe: Twitter

Em meio à repercussão provocada pelos sucessivos protestos em todo o país e aos anúncios feitos nos últimos dias pela presidente Dilma Rousseff, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, deixou claro a aliados que considera a melhor estratégia no momento evitar a “exposição excessiva”.

O governador Eduardo Campos (Foto: João Carlos Mazella/AE)

Ainda assim, a expectativa no grupo mais próximo ao socialista é de que, assim que a situação “se acalmar”, ele amplie progressivamente as aparições públicas. O plano é investir no discurso em favor de temas como uma “ampla reforma administrativa” e dizer que as condições para atender aos “apelos das ruas” estão colocadas, faltando vontade política.

Nos últimos dias, aliados do governador pernambucano fizeram uma avaliação do impacto das manifestações nos principais nomes cotados para disputar a Presidência ano que vem. O entendimento foi o de que, quem se sai melhor de toda essa confusão, é a ex-senadora Marina Silva.

Sem mandato, diz um socialista, ela não amarga nem o desgaste de quem hoje está no Executivo – como o próprio Campos e a presidente Dilma Rousseff – nem aquele imposto ao Legislativo, que hoje dá abrigo ao tucano Aécio Neves (PSDB-MG).

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.