Publicidade

terça-feira, 16 de julho de 2013 Congresso | 08:00

Ofensiva de Mercadante por royalties encontra terreno fértil no PSB

Compartilhe: Twitter

O líder do PSB na Câmara dos Deputados, Beto Albuquerque (RS), não descarta que na votação dos destaques ao projeto de destinação dos royalties, que deve ser feita nesta terça-feira, o partido possa ser convencido a rever a posição que vem defendendo.

Aloizio Mercadante (PT) passará o dia na Câmara em reuniões com as bancadas dos partidos da base para tentar convencer os aliados a restabelecer o texto do Senado por meio dos destaques que estão pendentes de votação.

“Se os números dele forem convincentes, não há porque não pensar em mudar nossa posição”, disse Albuquerque. “Por hora, o que nos convence que será possível assegurar os recursos para a educação já é o texto do André Figueiredo”, acrescentou o líder socialista.

O parecer de Figueiredo, aprovado na semana passada no plenário da Câmara, resgatou o formato do texto votado na Casa antes das alterações feitas pelo Senado.

A versão dos senadores estabelece que 50% dos rendimentos do Fundo Social do pré-sal sejam aplicados em saúde e educação.

A proposta da Câmara, sintetizada no parecer de Figueiredo, propõe que metade do montante do Fundo Social do pré-sal, e não só dos rendimentos que esse fundo gerar, seja usada para investimentos nas duas áreas.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.