Publicidade

terça-feira, 23 de julho de 2013 Partidos | 15:00

Lula recomendou ao PT que não contrariasse Henrique Alves na indicação de Vaccarezza

Compartilhe: Twitter

Ao discutir na semana passada com líderes petistas a indicação de Cândido Vaccarezza (PT-SP) para liderar o grupo de trabalho da reforma política, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse acreditar que “pegaria muito mal” o partido pedir a saída do deputado, contrariando uma escolha já anunciada pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e pedir a saída do petista.

Lula ponderou com parlamentares que defendiam a indicação de Henrique Fontana (PT-RS) para o posto que a bancada petista corria o risco de falar sem ser ouvida. Aí, o resultado da empreitada acabaria sendo um desgaste ainda maior para a legenda.

Ao fim das conversas, acabou prevalecendo a tese de que o mais seguro seria mesmo deixar claro que Vaccarezza é uma escolha de Alves e não dos petistas. Assim, qualquer polêmica nos trabalhos do grupo da reforma política recairia sobre o presidente da Câmara.

Autor: Tags: , , ,