Publicidade

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 Partidos | 20:00

Com eleição interna, PT tem reforço de caixa de milhões de Reais

Compartilhe: Twitter

O PT começou nos últimos dias a fazer um balanço do dinheiro que está entrando nos caixas da legenda graças à eleição interna marcada para novembro. Ao renovar suas direções em todo o país, o partido exige que os filiados estejam aptos a votar, ou seja, fiquem em dia com a contribuição que devem pagar regularmente à legenda, já apelidada de “dízimo”.

Esse valor varia bastante dependendo do perfil do filiado. A taxa mínima – aplicada na maioria dos casos – é de R$ 10, enquanto ocupantes de cargos públicos e parlamentares contribuem com uma fatia mensal de seu salário.

No total, o partido computou até agora cerca de 780 mil filiados aptos a votar no chamado Processo de Eleições Diretas (PED), o que equivale a 45% do total de 1,7 milhão de filiados.  Embora uma fatia desses filiados já estivesse em dia com suas contribuições, a avaliação da legenda é de que a ampla maioria estava em débito.

Assim, se considerada somente a contribuição básica de R$ 10, o PT pode chegar na eleição interna com o reforço de caixa na faixa de R$ 8 milhões.

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.