Publicidade

terça-feira, 10 de setembro de 2013 Internacional | 16:22

Silêncio da diplomacia americana sobre espionagem irrita governo

Compartilhe: Twitter

Desde segunda-feira da semana passada, quando o governo fixou um prazo de uma semana para que fossem explicadas as denúncias de espionagem da presidente Dilma Rousseff, a comunicação oficial entre estruturas diplomáticas do Brasil e Estados Unidos foi zero.

Leia também: ‘Colhemos inteligência estrangeira como fazem outras nações’, dizem EUA

No círculo próximo à presidente, é evidente o incômodo com o fato de a Embaixada americana não ter providenciado uma resposta, mesmo que protocolar, pedindo que esse prazo fosse estendido para, então, seguir a promessa do presidente americano Barack Obama de que esses esclarecimentos sejam dados até esta quarta-feira.

Na avaliação de pessoas envolvidas nas tratativas com o governo americano, as conversas ocorridas entre a presidente Dilma Rousseff e Obama, assim como o encontro entre o ministro José Eduardo Cardozo e o vice americano Joe Biden, não eximiam a diplomacia americana de responder ao pedido.

 

Autor: Tags: , , ,