Publicidade

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 Política | 20:49

Risco de manifestação levou Alckmin a anunciar reajuste para polícia

Compartilhe: Twitter

A ameaça de sindicatos e associações da Polícia Civil de fazer uma grande manifestação em frente ao Palácio dos Bandeirantes -sede do governo paulista – pesou na decisão do governador Geraldo Alckmin (PSDB) de anunciar reajuste para a categoria.

Nos últimos meses, policiais civis e delegados têm organizado os chamados “blecautes” -as delegacias ficam abertas, mas os policiais não atendem quem as procura- e programam para o dia 16 de outubro uma grande manifestação em frente ao palácio, mesma data em que aconteceu um protesto no local, em 2008, que resultou em confronto entre policiais civis e militares que deixou 25 feridos.

Alckmin anunciou um reajuste de 10,5% para delegados da Polícia Civil do Estado. O acréscimo será adicionado ao reajuste de 7% anunciado para todas as polícias na semana passada. Escrivães e investigadores terão aumento  de 8,5 a 18% neste ano.

Leia também: Em estado de greve, Polícia Civil de São Paulo pressiona o governo Alckmin

 

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.