Publicidade

quarta-feira, 20 de novembro de 2013 Congresso | 16:30

Bancada evangélica endurece campanha contra projeto que criminaliza homofobia

Compartilhe: Twitter

A bancada evangélica e representantes de igrejas lotaram a sala da Comissão de Direitos Humanos do Senado na manhã desta quarta-feira (20) para pressionar a retirada de pauta do projeto que criminaliza a homofobia. Ontem à noite, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) se reuniu com o senador Paulo Paim (PT-RS) para pedir a retirada do texto.

Reunião para pressionar retirada do projeto (foto: divulgação)

Reunião dabancada evangélica nesta manhã (foto: divulgação)

A pressão deu certo, mas Feliciano e o pastor Silas Malafaia já anunciaram que a campanha contra o projeto que torna crime a discriminação ou o preconceito pela orientação sexual e identidade de gênero continua. Os dois divulgaram uma lista com o e-mail dos senadores que integram a Comissão para que os fiéis enviem mensagens contra o PL.

“A PL 122 sendo aprovada poderá retirar a Bíblia de circulação, prender pastores e padres que se negarem a realizar cerimonia religiosa de casamento gay”, diz texto da campanha dos pastores. “É importante dizer no seu e-mail que nós evangélicos, católicos, e pessoas de bem não mediremos esforços para denunciar os senadores que votarem a favor de um absurdo dessa grandeza.  Multiplique esta informação e vamos bombardear os e-mails dos senadores”.

 

Autor: Tags: , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.