Publicidade

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 Congresso | 16:45

Senador tucano diz que acusação de pagamento de propina a membros PSDB paulista é ‘armação política’

Compartilhe: Twitter

O senador tucano Aloysio Nunes (SP) rebateu as acusações de que manteria relações próximas com o lobista Arthur Teixeira.

A acusação foi feita pelo ex-executivo da Siemens Everton Rheinheimer em relatório entregue ao Cade e anexado pela Polícia Federal aos autos do processo que investiga a existência de cartel em São Paulo.

Nunes disse que manteve com Teixeira, dono da empresa Procint, relações profissionais. No relatório entregue ao Cade, Rheinheimer afirma que Nunes teria relações próximas com Teixeira.

O Ministério Público suspeita que Teixeira, através da Procint, faria pagamento de propina a agentes públicos.

“O que existe, na verdade, é uma grande armação política”, disse Nunes, que apontou na direção do PT.

Assista:

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.