Publicidade

quinta-feira, 21 de novembro de 2013 Congresso | 12:00

Trâmite da Câmara abre porta para Genoino conseguir aposentadoria por invalidez

Compartilhe: Twitter

A decisão do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), de tratar como decisão da Casa e não do Supremo Tribunal Federal (STF) a cassação de José Genoino (PT-SP) está sendo vista informalmente com uma solução caseira para que o parlamentar seja aposentado por invalidez.

José Genoíno

José Genoino

A cúpula da Câmara deve decidir hoje pela tramitação do processo de cassação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que deve precisar de mais de 20 sessões plenárias para ser concluir o julgamento.

Até o dia 22 de dezembro, quando começa o recesso parlamentar, estão agendadas 14 sessões plenárias – incluindo às segundas e quintas-feiras, quando não se tem atingido quórum suficiente para abrir as sessões.

A manobra deixaria o campo aberto para que a junta médica da Câmara tenha tempo para conceder aposentadoria por invalidez para Genoino, que está afastando desde que passou por uma cirurgia cardíaca, em julho.

A junta divulgará parecer sobre a condição de saúde do deputado em janeiro.

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.