Publicidade

quarta-feira, 27 de novembro de 2013 Política | 21:05

Assembleia de Minas exonera piloto de helicóptero de Perrella

Compartilhe: Twitter

Rogério Almeida Antunes foi exonerado nesta quarta-feira do cargo de agente de serviço de gabinete da 3ª Secretaria da Mesa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Antunes foi indicado ao posto pelo deputado estadual Gustavo Perrella (SDD-MG) e foi preso enquanto pilotava um helicóptero -de propriedade de Perrella- com 445 kg de cocaína.

Perrella fala a jornalistas na Assembleia sobre apreensão de cocaína (foto: divulgação)

Perrella fala a jornalistas na Assembleia sobre apreensão de cocaína (foto: divulgação)

O salário mensal de Antunes na Assembleia era de R$ 1,7 mil. Ele também era funcionário da Limeira Agropecuária e Participações Ltda -empresa que tem como um dos sócios o deputado, que é filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG). Antunes foi preso em flagrante em Afonso Cláudio (ES), no último domingo (24), junto com outras três pessoas.

Perrella, que irá depor na Polícia Federal, deu uma entrevista coletiva sobre o caso na Assembleia e disse estar “tão estarrecido e chocado quanto a população com a notícia da apreensão de drogas no helicóptero da família”.

Leia também: Na Assembleia de Minas, silêncio sobre o caso de Perrella

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.