Publicidade

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 Política | 07:00

Comissão da Verdade vai ouvir Capitão Ubirajara

Compartilhe: Twitter

O delegado aposentado da Polícia Civil de São Paulo Aparecido Laertes Calandra, conhecido pelo codinome de Capitão Ubirajara nas equipes de interrogatório do Doi-Codi (Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna), do II Exército, em São Paulo, será ouvido na quinta-feira (12) pela Comissão Nacional da Verdade.

Intimado, Calandra -que nunca falou sobre o assunto- é obrigado a comparecer e é considerado peça importante da época. O ex-ministro da Justiça José Carlos Dias comandará a audiência que terá a participação da assessora da Comissão da Verdade da Assembleia Legislativa de São Paulo, Maria Amélia Teles, que foi torturada pelo Capitão Ubirajara.

Leia também: “Vou botar mais lenha na fogueira”, diz novo coordenador da Comissão da Verdade

Também participarão da audiência com o ex-braço direito do delegado Romeu Tuma ex-presos políticos, incluindo o vereador Gilberto Natalini (PV-SP), presidente da Comissão da Verdade da Câmara de São Paulo, que teve negado o pedido de participação de Calandra e solicitou a intimação pela nacional.

Calandra estaria envolvido diretamente na tortura e desaparecimento do estudante Hiroaki Torigoe e na tortura e morte de Carlos Nicolau Danielli, dirigente do PCdoB, além de estar associado ao cenário da morte da morte do jornalista Vladimir Herzog.

Autor: Tags: , , , , , , ,