Publicidade

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 Congresso | 07:30

PSD fica sem emendas e ameaça votar com a oposição no Congresso

Compartilhe: Twitter

O PSD deixou de lado a esportiva com o governo após  contabilizar as emendas de sua bancada na Câmara dos Deputados, que não foram sequer empenhadas no Orçamento.

Deputados do partido agendaram uma reunião para a primeira semana de fevereiro, na volta do recesso, para definir qual posição tomarão em relação às votações de interesse do Planalto.

Alheio a essa deliberação, um grupo promete retaliação imediata e ameaça abrir o ano legislativo votando contra o governo.

Esse grupo mais impaciente alega que, integrante da base, o PSD não tem cargo algum no governo e que as emendas são o mínimo que se pode esperar de contrapartida. Ou seja, cobram que o Planalto entregue mais, ou que esqueça do apoio do PSD.

Para se ter uma ideia do clima, o líder do partido, Eduardo Sciarra (PR), tem dito a aliados que não tratará mais o tema com a ministra Ideli Salvati (PT). De agora em diante só falará com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT).

Autor: Tags: , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.