Publicidade

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 Governo | 06:00

Torcida por solução caseira na reforma ministerial cresce no governo

Compartilhe: Twitter

Cresceu nas últimas semanas a torcida para que a presidente Dilma Rousseff minimize as trocas políticas na Esplanada e dê preferência a soluções caseiras para tirar do papel a reforma ministerial.   A tese é que Dilma deveria optar por secretários-executivos ou técnicos das pastas para substituir titulares que pretendem disputar a corrida eleitoral.

 Dilma Rousseff (Foto: Beto Barata/AE)

Dilma Rousseff (Foto: Beto Barata/AE)

A receita foi usada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006, quando disputou a reeleição. Este, entretanto, nunca foi o plano original de Dilma para as trocas na Esplanada.

Meses atrás, quando estudou reformular a articulação política do governo, Dilma deixou claro aos auxiliares mais próximos que via no comando dos ministérios uma forma de melhorar a relação com partidos aliados e equacionar as tensões na base. O próprio Lula patrocinava a avaliação.

Hoje, argumentam os defensores das soluções caseiras, o cenário é outro e a crise na articulação política já foi amenizada. Entre as sugestões de ministérios do PT em que essa receita poderia ser aplicada estão Educação e Saúde.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.