Publicidade

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 Congresso | 10:30

PT fala em acordo para Comissão de Direitos Humanos

Compartilhe: Twitter
Vicentinho (foto: divulgação)

Vicentinho (foto: divulgação)

Apoiado no discurso de que pretende evitar que a Comissão de Direitos Humanos caia nas mãos do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), o PT já fala em buscar um acordo com outro partido, que poderia assumir o controle do colegiado.

O líder do PT, Vicentinho (SP), mantém o discurso de que a Comissão de Direitos Humanos é prioridade para o partido, mas contemporiza ao ser perguntado sobre fechamento de questão. “Nada é irreversível, mas trabalharemos para ficar com ela”, resumiu o petista.

Do outro lado, a bancada evangélica também estuda estratégias para manter as posições conquistadas na comissão a partir da chegada de Marco Feliciano (PSC-SP). Na tarde de quinta-feira, enquanto discutiam detalhes de evento da Assembleia da Deus que será realizado nos dias 19 e 20 na Casa, deputados tentavam achar formas de atrapalhar os planos do PT.

Os evangélicos avaliaram até mesmo alguns nomes de petistas, como o de Erika Kokay, por exemplo, para calcular qual seria a abordagem de um possível enfrentamento nas futuras sessões da comissão.

Autor: Tags: , , , ,