Publicidade

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 Congresso | 15:07

Disputa interna do PT guia indicações em comissões

Compartilhe: Twitter

O nó petista a respeito das comissões e da relatoria do Orçamento precisa de muita conversa ainda, o que deve ser feito na terça-feira na reunião da bancada.

O nome de Assis do Couto (PR) ganhou força para presidir a Comissão de Direitos Humanos devido a um compromisso que o PT tinha de ficar com a Comissão de Agricultura e indicá-lo para a presidência.

Como Direitos Humanos virou prioridade, Couto ficou sem a indicação e poderia suceder Marco Feliciano a título de compensação. Erika Kokay e Nilmário Miranda tensionam, mas a decisão final passará também pela necessidade de se contemplar diferentes tendências dentro da bancada.

Da mesma forma, a indicação de Benedita da Silva para  presidir a Comissão de Saúde dependerá desse arranjo que busca satisfazer correntes distintas.

O nome mais consolidado é o de Vicente Cândido para chefiar a Comissão de Constituição e Justiça. Nenhum colega petista até agora tentou dividir essa bola com o deputado paulista.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.